terça-feira, 30 de setembro de 2014

Participação no Projeto Rondon sensibiliza estudantes da USP em São Carlos e enriquece formação

Oportunidade de vivenciar um novo contexto social e transformar a realidade de comunidades carentes do país contribui para ampliar os horizontes dos universitários

De São Carlos para Paraíba: Rondon mobiliza estudantes da USP em São Carlos
Em uma comunidade rural em Alhandra, no interior da Paraíba, a 32 quilômetros da capital João Pessoa, só há água disponível três vezes ao dia e, geralmente, por pouco tempo. Deparar-se com essa realidade, muito diferente da que é vivenciada diariamente pelos estudantes da USP em São Carlos, trouxe um aprendizado fundamental para o engenheiro civil recém-formado André Scandar Prata: a certeza de que é capaz de transformar o contexto social do nosso país.

Ele ajudou a construir um sistema de captação e armazenamento das águas das chuvas em Alhandra. “Na oficina, fizemos uma calha com um tubo de queda que levava a água para um tambor equipado com uma torneira”, explicou. Por ser uma cidade com alto índice pluviométrico, o sucesso da iniciativa foi imediato: três dias após a construção, o tambor já havia sido preenchido duas vezes. 

Equipe realizou 18 atividades em Alhandra
Prata fez parte de uma equipe de 18 estudantes da USP em São Carlos que participaram do Projeto Rondon, sob coordenação do professor Moacir Ponti Junior, do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC). O Projeto visa à integração social do Brasil e envolve a participação voluntária de estudantes universitários de todo o país na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem-estar da população.

No caso da equipe da USP em São Carlos, foram selecionados oito integrantes para ir a Alhandra realizar as ações da etapa final do projeto, desenvolvendo oficinas nas áreas de meio ambiente, produção, tecnologia e comunicação. “Quando chegamos à cidade, recebemos o acolhimento caloroso dos moradores e o sentimento de gratidão pelo simples trabalho desenvolvido. Isso faz refletir sobre nosso papel na sociedade e modifica conceitos com relação ao nosso próprio país. Apesar de cansativo, é um dos projetos mais gratificantes que já tive a oportunidade de participar como docente”, conta Ponti Junior. 

Esse sentimento de receptividade também impressionou a aluna da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) Camila Billerbeck. Segundo ela, a sensação de aprendizado mútuo esteve presente durante todo o tempo que esteve na cidade. “Sentimos que levamos de Alhandra algo tão duradouro quanto o que deixamos por lá”, relata a estudante, que cursa engenharia civil.
Oficina de construção de horta comunitária foi uma das atividades realizadas

Como tudo começa – Prata conta que decidiu fazer parte da iniciativa durante uma reunião realizada na USP em São Carlos, organizada por estudantes que haviam participado de edições anteriores do Projeto Rondon. “Surgiu uma vontade de voltar com as minhas histórias, as minhas impressões, já na primeira reunião de que participei, há exatamente dois anos”, conta.

Tradicionalmente, as operações do Projeto Rondon são realizadas em janeiro e julho de cada ano, durante o período de férias escolares. Os convites (editais) são divulgados pelo Ministério da Defesa normalmente nos meses de março e agosto. Na USP em São Carlos, os próprios estudantes organizam a participação no Projeto Rondon. Após o lançamento do edital, os ex-rondonistas se organizam e fazem uma reunião que mobiliza o campus. Nessa reunião, os estudantes interessados são informados sobre o funcionamento do projeto e esclarecem suas dúvidas.

Em julho deste ano, o Projeto contou com duas operações: Guararapes, que abrangeu 20 municípios dos estados de Pernambuco, Paraíba e Alagoas; e Catopê, que abarcou 13 municípios de Minas Gerais. A equipe da USP em São Carlos fez parte da Operação Guararapes e esteve em Alhandra de 20 de julho a 1 de agosto. Nesse período, além da oficina de captação e armazenamento de águas pluviais, a equipe realizou mais dezessete atividades na cidade, tais como caça ao tesouro ecológico, construção de horta comunitária, oficina sobre métodos de desinfecção de água, oficina de compostagem, minicurso de produção de sabão e minicurso de informática básica. “Acredito que esse seja um dos projetos de impacto mais direto na sociedade. Em contraste com o Ciência sem Fronteiras, em que os alunos são levados para países com melhor situação econômica, o Projeto Rondon os leva para dentro do Brasil, a cidades com condições de desenvolvimento inferiores”, adiciona Ponti Junior.

A equipe da USP em São Carlos que participou dessa última edição do projeto Rondon foi composta por estudantes do ICMC e da EESC, além de outros dois professores: Ana Maria Plepis, do Instituto de Química de São Carlos; e Elias Helou Neto, também do ICMC. Vale a pena conferir as diversas atividades realizadas no vídeo que a equipe produziu (https://www.youtube.com/watch?v=qsSw3eAWTBI).

“Creio que o conhecimento mais importante que levo do Rondon não é propriamente um conhecimento formal, sistematizado, e sim uma responsabilidade, a noção de que sou um ser que posso trazer algo de bom para o meu contexto social”, finaliza Prata.



Texto: Denise Casatti – Assessoria de Comunicação ICMC/USP
Com colaboração de Ronaldo Castelli e da Assessoria de Comunicação da Escola de Engenharia de São Carlos
Fotos: Divulgação


Mais informações

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Veículo autônomo desvia de obstáculos e planeja rota

Pesquisadores do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, desenvolveram um sistema de navegação autônoma para veículos terrestres, com foco em ambientes não estruturados, como áreas agrícolas e vegetação em campo aberto. Esse método de navegação permitiu o planejamento do caminho a ser seguido pelo veículo e a percepção de futuros obstáculos.

Sistema de navegação autônomo foi aplicado no carro elétrico CaRINA I
O estudo é o resultado da dissertação de mestrado Navegação de veículos autônomos em ambientes externos não estruturados baseada em visão computacional, do cientista da computação Rafael Luiz Klaser, que teve orientação do professor Fernando Santos Osório e financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Sistemas Embarcados Críticos (INCT-SEC).

Segundo Klaser, os veículos autônomos fazem parte da robótica móvel, e o que os caracterizaram é o fato de se deslocarem por um determinado ambiente por conta própria. Podem ser veículos construídos para esse fim ou um veículo convencional adaptado para a navegação autônoma. “Eles funcionam como um motorista do veículo, porém interligados à própria estrutura mecânica, controlando a aceleração, frenagem e o esterçamento”.

A pesquisa focou no cenário não estruturado, como um campo aberto com vegetação, que torna o mapeamento e localização mais críticos porque não contém padrões bem definidos. Ao contrário do ambiente estruturado, no qual há referenciais como o cenário urbano com ruas, construções.

Desenvolvimento do sistema - Klaser explica que o sistema de navegação autônomo foi desenvolvido por meio da plataforma ROS (Robot Operating System), um conjunto de ferramentas e bibliotecas de software de código aberto, empregado por grupos de pesquisa em robótica. “Uma vez que o sistema de percepção mapeie os obstáculos visíveis, uma trajetória livre de colisão é planejada, a qual o veículo é comandado para seguir e isto ocorre continuamente até o veículo chegar ao destino indicado”.

A aplicação do sistema foi realizada no carro elétrico chamado CaRINA I, do ICMC, um típico carrinho usado em campos de golfe. Ele foi equipado com uma câmera estéreo, que funcionou como sensor responsável pela percepção do veículo, um GPS para localização, uma unidade de medida inercial para orientação (equipamento que mede os eixos de deslocamento de um corpo), e os atuadores responsáveis por acelerar e esterçar o volante.

Antes de testar o sistema de navegação autônomo no CaRINA I, foi feito um trabalho de simulação do veículo, dos sensores e do ambiente. “Essas simulações permitiram verificar o sistema e desenvolver os algoritmos de forma segura sem comprometer os equipamentos. Também com simulação se pode efetuar um maior número de testes e cenários, assim mais pesquisadores poderão utilizar a plataforma e replicarem os experimentos”, ressalta o pesquisador.

Entre os diferenciais da sua pesquisa está a adoção de um modelo probabilístico de ocupação do espaço que permite atualização contínua da presença dos obstáculos.

“Os dados produzidos pela câmera estéreo acoplada no veículo geram ruídos e degradação à medida que os objetos estão mais afastados. Com esse modelo probabilístico, é possível modificar a certeza que se tem de um determinado conjunto de obstáculos à medida que o veículo se aproxima deles. Outro aspecto interessante é que o modelo é independente do sensor utilizado e permite a fusão de sensores desde que forneçam a informação da posição tridimensional”, aponta Klaser.

Segurança - A aplicação de veículos com sistema de navegação autônoma traz aumento da segurança na capacidade de operar de forma ininterrupta em atividades repetitivas e de risco operadas manualmente, segundo o pesquisador. “Há casos em que o risco das atividades e até mesmo as condições do ambiente as tornam perigosas, situações nas quais um veículo autônomo pode ser utilizado”.

Klaser ressalta que a tecnologia dos veículos autônomos já reflete na indústria automobilística e já pode ser usada pelas pessoas no seu dia a dia. “Uma quantidade crescente dos chamados sistemas de apoio ao motorista vêm sendo disponibilizados, como o estacionamento, avisos de pontos cegos nos retrovisores, controle de velocidade e até a frenagem em caso de iminência de colisão traseira”.

Texto: Hérika Dias - Agência USP de Notícias

Mais informações
Assessoria de Comunicação do ICMC
Telefone: (16) 3373.9666
E-mail: comunica@icmc.usp.br

Palestras da semana - 29 de setembro a 3 de outubro


Palestra
Sobre Estabilização e Controle da Equação da Onda em Variedades Riemannianas Compactas
Palestrante: Marcelo Moreira Cavalcanti (Universidade Estadual de Maringá)
Quando: segunda-feira, 29 de setembro, às 10h10
Local: sala 3-102
Clique aqui para ver o resumo
---------

Tutoriais de Computação (Graduação)
Research in Energy Informatics
Palestrante: Viktor K. Prasanna (University of Southern California)
Quando: quarta-feira, 1 de outubro, às 14h20
Local: auditório Luiz Antonio Favaro
Clique aqui para ver o resumo
---------

Colóquio de Matemática
Global Attractors of Gradient-Like Nonautonomous Dynamical Systems
Palestrante: David Cheban (State University of Moldova)
Quando: quinta-feira, 2 de outubro, às 16h
Local: auditório Luiz Antonio Favaro
---------

Palestra
Evaluating Software Architecture - Lightweight and Decision-Centric
Palestrante: Paris Avgeriou (University of Groningen)
Quando: sexta-feira, 3 de outubro, às 14h
Local: auditório Luiz Antonio Favaro

Seminários de Probabilidades e Sistemas Complexos
The weighted Gibbs inequality and its consequences
Palestrante: Salimeh Yasaei Sekeh (UFScar)
Quando: sexta-feira, 3 de outubro, às 16h
Local: auditório Luiz Antonio Favaro
---------

Mais informações
Agenda de eventos do ICMC: www.icmc.usp.br/Portal/Eventos
Seção de Eventos: (16) 3373-9622
E-mail: eventos@icmc.usp.br

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Defesas e qualificações da semana - 29 de setembro a 3 de outubro



Defesa de Mestrado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Captura da interação para autoria e compartilhamento multimídia em dispositivos móveis
Aluna: Bruna Carolina Rodrigues da Cunha
Orientadora: Maria da Graça Campos Pimentel
Quando: segunda-feira, 29 de setembro, às 10h
Onde: sala 3-002
--------------------

Qualificação de Mestrado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Metodologia para a construção de sistemas de diálogos para agentes recepcionistas usando ontologias
Aluno: Ewerton José Wantroba
Orientadora: Roseli Aparecida Francelin Romero
Quando: segunda-feira, 29 de setembro, às 14h
Onde: sala 3-103
--------------------

Qualificação de Mestrado do Programa Interinstitucional em Estatística (PIPGES/USP-UFSCar)
Diagnóstico de influência local com procura "forward"
Aluno: Juan Pablo Mamani Bustamante
Orientador: Reiko Aoki
Quando: terça-feira, 30 de setembro, às 10h
Onde: sala 3-002
--------------------

Qualificação de Doutorado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Simulação de alta ordem de escoamentos multifásicos em microcanais
Aluna: Marilaine Colnago
Orientador: Leandro Franco de Souza
Quando: terça-feira, 30 de setembro, às 13h
Onde: sala 3-102
--------------------

Defesa de Mestrado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Um método para previsão de sobrecarga transiente em sistemas computacionais por meio de modelos dinâmicos obtidos empiricamente
Aluno: Helder Jefferson Ferreira da Luz
Orientador: Francisco José Monaco
Quando: quarta-feira, 1 de outubro, às 9h
Onde: sala 3-002
--------------------

Qualificação de Doutorado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Modelos matemáticos e heurísticas baseadas em técnicas de programação matemática para o problema de minimização de perdas e reconfiguração de redes elétricas
Aluna: Karla Barbosa de Freitas
Orientador: Cláudio Fabiano Motta Toledo
Quando: quarta-feira, 1 de outubro, às 13h
Onde: sala 3-103
--------------------

Qualificação de Mestrado do Programa Interinstitucional em Estatística (PIPGES/USP-UFSCar)
Proposição de um método de mistura de funções de ligação para dados com resposta dicotômica
Aluno: Felipe César Marangoni Santos
Orientador: Adriano Polpo de Campos
Quando: quarta-feira, 1 de outubro, às 14h
Onde: sala de apoio às atividades de estágio do Departamento de Estatística da UFSCar
--------------------

Qualificação de Mestrado do Programa Interinstitucional em Estatística (PIPGES/USP-UFSCar)
Hedging no modelo de Lévy de puro salto
Aluno: Victor Sae Hon Sung
Orientador: Dorival Leão Pinto Junior
Quando: quinta-feira, 2 de outubro, às 10h30
Onde: sala 2-3001 (Biblioteca Achille Bassi)
--------------------

Qualificação de Doutorado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Problema de alcançabilidade para sistemas com saltos markovianos
Aluno: Daniel Alexis Gutierrez Pachas
Orientador: Eduardo Fontoura Costa
Quando: quinta-feira, 2 de outubro, às 10h
Onde: sala 3-002
--------------------

Qualificação de Doutorado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Descoberta de novidades por meio da ferramenta DAMICORE: Mineração de Dados de Códigos de Repositórios
Aluno: Ricardo Nogueira de Figueiredo
Orientador: Alexandre Cláudio Botazzo Delbem
Quando: quinta-feira, 2 de outubro, às 14h
Onde: sala 23001 (piso 3 da Biblioteca Achille Bassi)
--------------------

Defesa de Dissertação de Mestrado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Virtualização de redes de computadores - uma abordagem focada em mobilidade e georreferenciamento
Aluno: Paulo Henrique Moreira Gurgel
Orientadora: Kalinka Regina Lucas Jaquie Castelo Branco
Quando: sexta-feira, 3 de outubro, às 8h30
Onde: sala 3-103
--------------------

Mais informações:
Agenda de defesas e qualificações
Serviço de Pós-Graduação do ICMC
Telefone: (16) 3373.9638
E-mail: posgrad@icmc.usp.br

terça-feira, 23 de setembro de 2014

USP em São Carlos sedia principal evento da área de processamento computacional da língua portuguesa

Pela primeira vez, PROPOR 2014 acontecerá no ICMC de 6 a 9 de outubro


Você sabia que o revisor gramatical do português brasileiro, distribuído no pacote Office, da Microsoft, foi desenvolvido no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos? Para criar uma ferramenta como essa, é preciso pesquisar a área de processamento computacional da língua portuguesa. Este ano, São Carlos sediará o principal evento científico desse campo do conhecimento: a Conferência Internacional de Processamento Computacional da Língua Portuguesa, PROPOR 2014.

Com o objetivo de se tornar um fórum para a troca de ideias e a realização de parceiras entre pesquisadores dedicados a estudar o processamento automático da língua portuguesa, o evento deverá reunir cerca de 100 participantes de 6 a 9 de outubro no auditório Fernão Stella de Rodrigues Germano, no ICMC. “Ao reunir especialistas em um fórum como esse, promovemos a divulgação do que há de ponta na área, o contato entre pesquisadores e o estabelecimento de trabalhos colaborativos”, ressalta o coordenador da Conferência, Thiago Pardo, professor do ICMC.

Entre os principais convidados internacionais que participarão do PROPOR 2014 estão: Michael Riley, pesquisador sênior do Google e doutor pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT); Andreas Stolcke, pesquisador do Microsoft Research e doutor pela Universidade da Califórnia; e Advaith Siddharthan, da Universidade de Aberdeen (Reino Unido). 

As inscrições para a Conferência podem ser realizadas pelo site https://centraldesistemas.sbc.org.br/ecos/propor2014 ou no local do evento. As taxas de inscrição variam de R$ 290,00 (estudantes membros da Sociedade Brasileira de Computação - SBC) a R$ 600,00 (pesquisadores não associados à SBC).

De volta ao revisor gramatical – A história da criação do revisor gramatical do português brasileiro, que hoje é distribuído no pacote Office, da Microsoft, começa em 1993, juntamente com a criação do Núcleo Interinstitucional de Linguística Computacional (NILC), sediado no ICMC. Foi quando a empresa Itautec procurou o ICMC para resolver um desafio: desenvolver um sistema de revisão gramatical do português para ser executado com o editor de textos Word da Microsoft.

A primeira versão do revisor gramatical, anterior à licença cedida pela Itautec à Microsoft, foi lançada no mercado em 1994. Várias outras a sucederam, sempre sofisticando e aperfeiçoando o produto. Até 2008, o NILC forneceu assistência à Microsoft por meio de um convênio entre a USP e a Itautec que vigorou por 15 anos.

Hoje, uma grande equipe multidisciplinar, formada por linguistas e cientistas da computação, atua no NILC, um dos principais polos de pesquisa voltados ao processamento computacional da língua portuguesa, que agrega pesquisadores de diversas unidades da USP, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), da Universidade Estadual Paulista (Unesp), da Universidade Estadual de Maringá, do Instituto Federal de São Paulo, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária e da Universidade de Sheffield, na Inglaterra. 

Mais informações
Seção de eventos do ICMC: (16) 3373.9622 ou eventos@icmc.usp.br

Sessão de cinema no ICMC apresenta história da empresa que criou o jogo Minecraft


Mais uma sessão de cinema oferecida pelo grupo de desenvolvimento de jogos da USP em São Carlos, o Fellowship of the Game (FoG), acontecerá na próxima quarta-feira, 24 de setembro, às 16 horas, no auditório Luiz Antônio Favaro do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC).

Gratuito e aberto a todos os interessados, o CINEFoG exibirá o documentário Minecraft: The History of Mojang. A sessão ocorre cerca de uma semana depois da confirmação de que a companhia produtora do jogo Minecraft, a Mojang, foi vendida para a Microsoft. Um dos jogos de maior sucesso da história, Minecraft foi criado por Markus Notch Persson, que fundou a Mojang. O documentário conta a trajetória do primeiro ano da empresa.

Sobre o FoG - O FoG é um grupo formado por alunos de graduação focado na criação de jogos eletrônicos divertidos, de código aberto e multiplataforma. O grupo busca a aplicação direta dos conhecimentos adquiridos na graduação e da sua integração com as mais diversas tecnologias disponíveis no mercado.

Os processos de desenvolvimento de jogos internamente empregados pelo grupo são experimentais em termos de tecnologias e tendências de mercado. Nesse sentido, o FoG preza pela disseminação desse conhecimento, estimulando os integrantes mais experientes do grupo a compartilharem suas experiências com os recém-chegados.

Mais informações

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

ICMC abre inscrições para pós-graduação em Computação

Para o doutorado, as inscrições podem ser feitas até o dia 10 de outubro e, para o mestrado, até 28 de outubro

O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, está com inscrições abertas para o processo seletivo de ingresso no mestrado e doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciências de Computação e Matemática Computacional. São 55 vagas para o mestrado e 45 para o doutorado. 

As inscrições podem ser feitas até o dia 28 de outubro para o mestrado e, para o doutorado, até 10 de outubro, devendo ser realizadas por meio do sistema eletrônico disponível no site do ICMC (http://pgweb.icmc.usp.br). No site, também é possível acessar o edital completo dos processos seletivos do mestrado (icmc.usp.br/e/2d5f0) e do doutorado (icmc.usp.br/e/f50bb), onde podem ser encontradas informações detalhadas sobre cada um. A divulgação do resultado final para os dois processos está prevista para ocorrer até 28 de novembro. 

O Programa oferece 16 linhas de pesquisa no total, divididas em dois grupos: Matemática Computacional e Ciências de Computação. O primeiro grupo agrega quatro opções: 
  • Mecânica dos Fluidos Computacional;
  • Otimização;
  • Processamento Visual e Geométrico;
  • Sistemas Complexos, de Partículas e Teoria de Controle.
Já no segundo, existem 12 opções:
  • Análise de Padrões em Dados;
  • Banco de Dados;
  • Computação Gráfica, Imagens e Visualização;
  • Engenharia de Software e Sistemas de Informação;
  • Inteligência Artificial - Aprendizado de Máquina e Mineração de Dados;
  • Inteligência Artificial - Computação Bioinspirada;
  • Inteligência Artificial - Processamento de Linguagem Natural;
  • Inteligência Artificial - Robótica;
  • Robótica Móvel;
  • Sistemas Distribuídos e Programação Concorrente;
  • Sistemas Embarcados e Evolutivos;
  • Sistemas Web e Multimídia Interativos.
Qualidade reconhecida - A qualidade Programa de Pós-Graduação Graduação em Ciência de Computação e Matemática Computacional foi reconhecida com nota 6 na avaliação trienal realizada pela CAPES em 2013, expressando sua excelência. A nota máxima pela CAPES é 7. O corpo de orientadores possui pesquisadores renomados, tanto nacional quanto internacionalmente nas diversas áreas de atuação. Além disso, os grupos de pesquisa contam com toda infraestrutura para o desenvolvimento de pesquisa de ponta e o Programa dispõe de várias bolsas de estudo, que são atribuídas aos melhores alunos selecionados.

O Instituto possui também o Programa de Pós-Graduação em Matemática e criou recentemente o Programa de Mestrado Profissional em Matemática, Estatística e Computação Aplicadas à Indústria (MECAI). Há, ainda, o Programa de Pós-Graduação em Estatística, em parceria com a Universidade Federal de São Carlos, e o Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (ProfMat), em parceria com a Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

Mais informações
Página do Programa: icmc.usp.br/e/d2686
Serviço de Pós-Graduação do ICMC: (16) 3373-9638
E-mail: posgrad@icmc.usp.br

Palestras da semana - 22 a 26 de setembro


Seminários de Probabilidades e Sistemas Complexos
Matrizes aleatórias: alguns fundamentos e algumas aplicações
Palestrante: Marcelo Novaes (UFU)
Quando: segunda-feira, 22 de setembro, às 16h
Local: auditório Luiz Antonio Favaro
Clique para ver o resumo
---------

Seminários de Otimização
Uma metodologia para resolver o problema de alcançabilidade
Palestrante: Daniel Gutierrez Pachas
Quando: terça-feira, 23 de setembro, às 17h
Local: sala 5-103
Clique para ver o resumo
---------

Seminários de Computação (Pós-Graduação)
On a random graph with agglomeration of vertices
Palestrante: Pablo Martin Rodriguez (ICMC)
Quando: quarta-feira, 24 de setembro, às 14h
Local: auditório Luiz Antonio Favaro
Clique para ver o resumo
---------

Palestra
Towards a large-scale dynamo theory: a mathematician s approach to large-scale magnetic field generation by thermal convection
Palestrante: Roman Alexandrovich Chertovskih (ITA)
Quando: quarta-feira, 24 de setembro, às 16h
Local: sala 5-003
Clique para ver o resumo
---------

Colóquio para as Licenciatura
A atuação do professor de matemática na escola particular e na escola pública
Palestrante: Lizlane Aparecida Trevelin
Quando: quinta-feira, 25 de setembro, às 17h
Local: auditório Jans Frans Willem Slaets do DTI (antigo CISC)
Clique para ver o resumo
---------

Mais informações
Agenda de eventos do ICMC: www.icmc.usp.br/Portal/Eventos
Seção de Eventos: (16) 3373-9622
E-mail: eventos@icmc.usp.br

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Departamento de Sistemas de Computação do ICMC elege novo chefe


O professor Alexandre Delbem é o novo chefe do Departamento de Sistemas de Computação (SSC), do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos. Seu mandato é de dois anos, contados a partir de 15 de setembro. O suplente é o professor Adenilso da Silva Simão. 

Delbem graduou-se em Sistemas de Potência pela USP e possui mestrado e doutorado em Engenharia Elétrica pela mesma instituição. É professor no ICMC desde 2003. Suas pesquisas concentram-se na investigação de aspectos fundamentais presentes em problemas do mundo real como: roteamento de veículos, descoberta de conhecimento e reconhecimento de padrões (envolvendo códigos de computador, sinais elétricos e espectros de biofotônica), reconfiguração de redes elétricas, reconstrução filogenética e predição de estruturas de proteínas.

Mais informações
Secretaria do Departamento de Sistemas de Computação
Telefone: (16) 3373.9655
E-mail: ssc@icmc.usp.br

Defesas e qualificações da semana - 22 a 26 de setembro



Defesa de Doutorado em Matemática
The geometry of some 3-dimensional families of planar quadratic diffrential systems
Aluno: Alex Carlucci Rezende
Orientadora: Regilene Delazari dos Santos Oliveira
Quando: segunda-feira, 22 de setembro, às 9h
Onde: auditório Luiz Antonio Favaro
--------------------

Defesa de Mestrado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Geração automática de dados de teste para programas concorrentes com meta-heurística
Aluno: José Dario Pintor da Silva
Orientadora: Simone do Rócio Senger de Souza
Quando: segunda-feira, 22 de setembro, às 9h
Onde: sala 3-002
--------------------

Qualificação de Doutorado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Dinâmica Social em redes complexas
Aluno: Didier Augusto Vega Oliveros
Orientador: Francisco Aparecido Rodrigues
Quando: terça-feira, 23 de setembro, às 9h
Onde: auditório Luiz Antonio Favaro
--------------------

Qualificação de Doutorado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Detecção de mudanças de conceito em fluxos de dados por meio da análise de dependências temporais
Aluno: Fausto Guzzo da Costa
Orientador: Rodrigo Fernandes de Mello
Quando: terça-feira, 23 de setembro, às 9h
Onde: sala 3-002
--------------------

Qualificação de Doutorado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
An approach to support decision-making in flood management using voluntereed geographic onformation and spatial decision support systems
Aluno: Flávio Eduardo Aoki Horita
Orientador: João Porto de Albuquerque Pereira
Quando: quarta-feira, 24 de setembro, às 13h
Onde: sala 3-103 
--------------------

Qualificação de Mestrado do Programa Interinstitucional em Estatística (PIPGES/USP-UFSCar)
Métodos de Monte Carlo Hamiltoniano na Inferência Bayesiana não paramétrica de valores extremos
Aluno: Marcelo Hartmann
Orientador: Ricardo Sandes Ehlers
Quando: quarta-feira, 24 de setembro, às 14h
Local: sala 3-011 
--------------------

Qualificação de Mestrado do Programa Interinstitucional em Estatística (PIPGES/USP-UFSCar)
Modelos de Regressão Beta-bimodal inflacionados de Zeros
Aluno: Evandro Luiz de Souza Jackson
Orientadora: Juliana Cobre
Quando: quarta-feira, 24 de setembro, às 14h
Local: sala 3-104 
--------------------

Defesa de Mestrado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Marcação de regiões de interesse em 3D sobre imagens radiológicas utilizando a web
Aluno: Cleber Castro Hage
Orientador: Dilvan de Abreu Moreira
Quando: quarta-feira, 24 de setembro, às 14h
Onde: sala 2-3001 (piso 3 da Biblioteca Achille Bassi)
--------------------

Defesa de Doutorado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Seleção de atributos para aprendizagem multirrótulo
Aluno: Newton Spolaôr
Orientadora: Maria Carolina Monard
Quando: quarta-feira, 24 de setembro, às 15h30
Onde: sala 3-002
--------------------

Qualificação de Doutorado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Investigação de uma abordagem para o teste como serviço (TaaS) na computação em nuvem
Aluno: Ricardo Ramos de Oliveira
Orientador: Adenilso da Silva Simão
Quando: quinta-feira, 25 de setembro, às 14h
Onde: sala 3-002
--------------------

Qualificação de Doutorado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Geração de teste baseado em modelos para as dimensões de evolução em linha de produto de software
Aluno: Vanderson Hafemann Fragal
Orientador: Adenilso da Silva Simão
Quando: sexta-feira, 26 de setembro, às 9h
Onde: sala 3-103
--------------------

Qualificação de Doutorado em Ciências de Computação e Matemática Computacional
Diagnose nutricional em plantas de milho através de análise de textura foliar
Aluno: Marcos William da Silva Oliveira
Orientador: Odemir Martinez Bruno
Quando: sexta-feira, 26 de setembro, às 10h
Onde: sala 3-102
--------------------

Qualificação de Mestrado do Programa Interinstitucional em Estatística (PIPGES/USP-UFSCar)
Processos de ramificação com aplicações em biologia
Aluna: Cristel Ecaterin Vera Tapia
Orientador: Pablo Martin Rodriguez
Data: sexta-feira, 26 de setembro, às 16h
Local: sala 3-104
--------------------

Defesa de Doutorado em Matemática
Sufaces in 4-space from the affine differential geometry view point
Aluno: Luis Florial Espinosa Sanchez
Orientador: Marcelo José Saia
Quando: sexta, 26 de setembro, às 9h
Onde: auditório Luiz Antonio Favaro
--------------------

Mais informações:
Agenda de defesas e qualificações
Serviço de Pós-Graduação do ICMC
Telefone: (16) 3373.9638
E-mail: posgrad@icmc.usp.br

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Matemática e inovação: uma dupla capaz de impulsionar os negócios

Em um cenário de competitividade acirrada, as ciências matemáticas podem ser a solução para empresas que precisam otimizar processos e estruturas, melhorar produtos, incorporar novas tecnologias, reduzir consumo de matérias-primas e ampliar resultados

Cerca de 60 empresários compareceram ao evento que discutiu o tema em Sorocaba

Se sua empresa tem um problema e você acredita que, usando a matemática, seja possível solucioná-lo, está na hora de buscar a ajuda dos especialistas do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) da FAPESP. Esse foi o principal recado transmitido pelo diretor do Centro, José Alberto Cuminato, durante a palestra “Inovação e matemática”, destinada a empresários de Sorocaba e região, que aconteceu na última terça-feira, 16 de setembro.

Resultado de uma parceira entre a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK) e o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), a palestra foi realizada na sede regional do Ciesp em Sorocaba. Cerca de 60 empresários compareceram ao evento, ávidos por compreender melhor como a matemática, aliada à inovação, tem o potencial de impulsionar seus negócios.

“As ciências matemáticas podem ser muito importantes para o desenvolvimento econômico de um país, principalmente quando a competitividade é acirrada”, disse Cuminato. Entre os diversos exemplos apresentados pelo especialista para mostrar as aplicações dessa ciência na indústria, está a invenção dos celulares, que não existiriam se não fosse a matemática. Sem ela, não haveria também a maioria dos processos de imagem atualmente empregados na medicina como a ressonância magnética. Já na área de logística, é a matemática que está por trás dos algoritmos presentes nos softwares que gerenciam a distribuição de produtos, otimizando as atividades de forma confiável e ágil.

“A matemática pode contribuir para a melhoria de processos que não são competitivos porque estão ultrapassados ou usam uma tecnologia que já não é a mais adequada”, adicionou Cuminato. O diretor do CEPID-CeMEAI explicou que o centro foi criado há dois anos e inspira-se em instituições similares presentes no exterior, sendo o primeiro na área de ciências matemáticas a ser financiado pela FAPESP. 

Para Cuminato, ciências matemáticas são muito
importantes para o desenvolvimento econômico de um país

Sediado no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, o centro conta com a participação de pesquisadores da USP, UNICAMP, UNESP, ITA e da UFSCar. Segundo Cuminato, uma das metas do CEPID-CeMEAI é diminuir a dificuldade de interação entre a academia e o setor produtivo, um entrave muito comum em todo o mundo. Enquanto na academia os resultados de uma pesquisa científica costumam ser alcançados apenas no longo prazo, nas empresas, o tempo urge. Por outro lado, na academia, a maioria dos recursos destinados à pesquisa são públicos; enquanto nas empresas, a escassez de recursos é maior. 

“Essa é a primeira vez que tenho a chance de falar para uma plateia de empresários. Em São Carlos, não teremos as soluções para todos os problemas do setor produtivo brasileiro, mas podemos colocar as empresas em contato com pesquisadores de universidades do Brasil e do exterior, contribuindo para reduzir a distância que separa nossos mundos”, defendeu o pesquisador.

Projetos em andamento – Um dos projetos desenvolvidos no CEPID-CeMEAI resultou na criação de um software para o planejamento de fundição em indústrias de pequeno porte. Entre os desafios existentes, devido à diversidade de ligas e peças, está a decisão de quais ligas fundir nos fornos disponíveis e quais peças devem ser vazadas a partir das ligas fundidas.

De acordo com Cuminato, nesse caso, a empresa envolvida no projeto não aplicou qualquer recurso na pesquisa. Apenas apresentou aos pesquisadores do CEPID-CeMEAI as informações referentes ao processo industrial a fim de que eles pudessem compreender o problema e modelar um software sob medida. “Como a empresa não quis se tornar parceira da USP e obter os direitos de propriedade do software, o produto está disponível para fornecemos a outros clientes”, explicou o diretor.

Há diversos outros projetos sendo realizados para diferentes setores da economia: da medicina à indústria petroquímica. “Temos 16 projetos em andamento nos quais estamos empregando métodos estatísticos”, revelou o pesquisador do CEPID-CeMEAI Francisco Louzada Neto em sua apresentação. Entre os exemplos trazidos está o desenvolvimento de novas metodologias para análise de dados oncológicos, um sistema de controle estatístico para gestão da qualidade e um software para detecção de jovens talentos no esporte. Ambas inovações em fase de prospecção de empresas parceiras.

Segundo Louzada, há 16 projetos em andamento no
CEPID-CeMEAI em que estão sendo empregados métodos estatísticos

Pesquisa aplicada na Alemanha – O evento em Sorocaba contou ainda com a participação do pesquisador sueco Stefan Jakobsson, que apresentou exemplos de pesquisas realizadas pelo Instituto Fraunhofer, uma das maiores organizações para pesquisa aplicada na Europa e que inspirou a criação do CEPID-CeMEAI, do qual é parceira. 

Jakobsson mostrou uma simulação realizada pelo Instituto para montadoras de veículos que buscam aprimorar o processo de pintura em carros. Segundo ele, cada vez que um novo modelo entra na linha de produção, o trabalho realizado pelos robôs na pintura precisa ser reorganizado. “Por meio de estudos de eletrodinâmica, do rastreamento das gotículas de tinta e do fluxo de ar, criamos o projeto de uma fábrica de pintura virtual, assim, conseguimos simular como os sprays de tinta devem ser direcionados para que a tarefa seja efetuada com mais rapidez e qualidade”, afirmou o sueco.

Entre os diversos outros projetos mostrados está o aprimoramento do design de estruturas flexíveis empregadas na indústria automotiva e a simulação de como essas estruturas funcionam ao serem acopladas às demais peças do veículo. “Espero que a apresentação tenha sido o começo de uma colaboração entre o Instituto Fraunhofer e as empresas de vocês”, finalizou.

Jakobsson mostrou exemplos de
pesquisas realizadas pelo Instituto Fraunhofer
 

Desafios do Inovar-auto – Durante o evento, também foi discutido o desafio de promover a inovação na cadeia automotiva brasileira. Há dois anos em vigência, o Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores (Inovar-auto), proposto pelo governo federal, concede benefícios fiscais para as empresas que estimularem e investirem na inovação e em pesquisa e desenvolvimento dentro do Brasil.

Para o supervisor de processos produtivo da ZF, Michel Haddad, o Inovar-auto já impactou o mercado ao diminuir a importação de veículos leves, porém, esse efeito não tem sido observado no setor de autopeças. De acordo com Haddad, por se tratar de uma cadeia longa e complexa – que vai muito além das montadoras, pois envolve grandes empresas de autopeças, além de empresas menores e fornecedores de matérias-primas , a grande dificuldade é aumentar a competitividade das empresas nacionais. “Isso se reflete no aumento da importação de autopeças”, explicou. 

Haddad afirmou também que, do total de investimentos realizados em pesquisa e desenvolvimento pela indústria automotiva em 2012, o maior percentual (60,5%) é proveniente do setor de autopeças, sendo as montadoras responsáveis apenas por 31,4% desses investimentos. “A indústria automotiva é um dos pilares da economia do nosso país, por isso é preciso estar atento a esse cenário”, completou Haddad. 

Talvez o emprego da matemática seja uma das saídas para resolver esse e tantos outros problemas do Brasil. “A esperança do nosso país é a inovação e a tecnologia. Que possamos trazer como resultado dessa palestra pelo menos um case de sucesso”, concluiu o diretor do Ciesp Sorocaba, Antonio Beldi.

A professora do ICMC Maristela dos Santos também participou do evento


Texto e fotos: Denise Casatti – Assessoria de Comunicação ICMC/USP 

Mais informações
Site do CEPID-CeMEAI: www.cemeai.icmc.usp.br
Telefone: (16) 3373-8159
E-mail: contatocepid@icmc.usp.br

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Pós-Graduação em Estatística da USP e da UFSCar recebe inscrições

Para o doutorado, as inscrições podem ser feitas até o dia 30 de outubro e, para o mestrado, até 30 de novembro


Estão abertas as inscrições para a seleção de candidatos ao doutorado e ao mestrado do Programa Interinstitucional de Pós-Graduação em Estatística (PIPGEs). O Programa é resultado de uma parceria entre o Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

O PIPGEs oferece cinco linhas de pesquisa:  Análise de Sobrevivência, Inferência Estatística, Inferência Bayesiana, Modelos de Regressão e Teoria das Probabilidades. A seleção será realizada em uma única etapa em que serão analisadas as formações acadêmicas e o currículo do candidato. No caso do mestrado, considera-se também o desempenho do candidato no Curso de Verão em Teoria das Probabilidades.

Para o doutorado, as inscrições podem ser feitas até 30 de outubro e, para o mestrado, até 30 de novembro. Os interessados devem preencher a ficha de inscrição e o formulário de dados, disponíveis no site do Programa, e entregá-los, juntamente com a documentação exigida no edital, no setor de Pós-Graduação do ICMC ou no Departamento de Estatística da UFSCar. O envio da documentação também pode ser feito pelos Correios até a data final de inscrição.

Os formulários e os editais com os procedimentos de inscrição estão disponíveis no site do ICMC: icmc.usp.br/e/3e7f5. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (16) 3373.9638 (USP) ou (16) 3351.8292 (UFSCar).

Com informações da Assessoria Coordenadoria de Comunicação Social da UFSCar

Mais informações
Secretaria de Pós-Graduação do ICMC

Telefone: (16) 3373.9638
Email: posgrad@icmc.usp.br

terça-feira, 16 de setembro de 2014

ICMC abre inscrições para pós-graduação em Matemática


O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, está com inscrições abertas, até 15 de outubro, para o processo seletivo de ingresso no mestrado e doutorado do Programa de Pós-Graduação em Matemática. São 20 vagas para o mestrado e 20 para o doutorado. 

O Programa tem três áreas de concentração: Álgebra; Análise; Geometria e Topologia. As inscrições devem ser realizadas por meio do sistema eletrônico disponível no site do ICMC (www.icmc.usp.br/mat). No site, também é possível acessar o edital completo dos processos seletivos do mestrado (www.icmc.usp.br/e/b58e8) e do doutorado (www.icmc.usp.br/e/c67b1), onde podem ser encontradas informações detalhadas sobre cada um. A divulgação do resultado final para o doutorado está prevista para ocorrer até 5 de novembro e para o mestrado até 23 de fevereiro de 2015.

Qualidade reconhecida - A qualidade Programa de Pós-Graduação em Matemática do ICMC foi reconhecida com nota máxima (7) na avaliação trienal realizada pela CAPES em 2013, expressando a excelência constatada em nível internacional. O Instituto possui também o Programa de Pós-Graduação em Ciência de Computação e Matemática Computacional e criou recentemente o Programa de Mestrado Profissional em Matemática, Estatística e Computação Aplicadas à Indústria (MECAI). Há, ainda, o Programa de Pós-Graduação em Estatística, em parceria com a Universidade Federal de São Carlos, e o Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (ProfMat), em parceria com a Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).


Mais informações
Página do Programa: www.icmc.usp.br/mat
Serviço de Pós-Graduação do ICMC: (16) 3373-9638

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Palestras da semana - 15 a 19 de setembro


Palestra
Certain aspects of flows over rough surfaces
Palestrante: Jerzy M. Floryan (University of Western Ontario)
Quando: terça-feira, 16 de setembro, às 15h
Onde: auditório Luiz Antonio Favaro
Clique para ver o resumo
---------

Tutorias de Computação (Graduação)
Computação em Nuvem: conceitos, tecnologias e aplicações
Palestrante: Jaqueline Joice Brito (Doutoranda em Ciências de Computação no ICMC) e Lucas de Carvalho Scabora (Mestrando em Ciências de Computação no ICMC)
Quando: quarta-feira, 17 de setembro, às 14h
Onde: auditório Luiz Antonio Favaro
Clique para ver o resumo
---------

Seminários de Probabilidades e Sistemas Complexos
Critical line for a Potts model coupled to causal triangulations
Palestrante: José Javier Cerda Hernández (IME/USP)
Quando: sexta-feira, 19 de setembro, às 16h
Onde: auditório Luiz Antonio Favaro
Clique para ver o resumo
---------

Seminários de Probabilidades e Sistemas Complexos
Ornstein and Weiss theorem for entrance time
Palestrante: Alejandra Rada (IME/USP)
Quando: sexta-feira, 19 de setembro, às 17h10
Onde: auditório Luiz Antonio Favaro
Clique para ver o resumo
---------

Mais informações
Agenda de eventos do ICMC: www.icmc.usp.br/Portal/Eventos
Seção de Eventos: (16) 3373-9622
E-mail: eventos@icmc.usp.br

Biblioteca Achille Bassi completa 40 anos discutindo os futuros desafios

Uma das maiores do país na área de matemática e computação, biblioteca é um patrimônio para São Carlos e para o Brasil


Destacar a importância da Biblioteca Achille Bassi para o desenvolvimento das áreas de matemática e computação no Brasil, nos últimos 40 anos, em especial no interior de São Paulo, discutindo os futuros desafios. Esse foi o principal objetivo do evento realizado na última sexta-feira, 12 de setembro, no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos.

“A Biblioteca Achille Bassi foi fundamental para a construção da reputação e do prestígio que o ICMC tem hoje em suas áreas de atuação. Gostaria de agradecer a todos que ajudaram a formar esse patrimônio do nosso Instituto, que também é um patrimônio do Estado de São Paulo e do Brasil”, ressaltou o diretor do ICMC, Alexandre Nolasco de Carvalho, na abertura do evento. 

Na seqüência, o diretor geral do Observatório do Livro e da Leitura, Galeno Amorim, ex-presidente da Fundação Biblioteca Nacional, ministrou a palestra “Do tablets de argila ao eBook: a revolução na palma da mão”. Amorim fez uma retrospectiva sobre o papel do livro e das bibliotecas ao longo dos diferentes momentos da humanidade. “Não há nada comparável ao livro na perspectiva de impactar a humanidade nessa três dimensões: conhecimento, entretenimento e valores”, afirmou. 

Amorim lembrou que a palavra largamente empregada na atualidade para nomear o dispositivo móvel “tablet” é inspirada no suporte utilizado pela civilização dos sumérios para registrar sua escrita: os tabletes de argila. “Depois desses tabletes, os livros foram ganhando outros suportes, como o pergaminho, e adquirindo novas funções na sociedade”, contou o palestrante, que é professor e autor de mais de 16 livros, desde literatura infanto-juvenil até ensaios como “Retratos da Leitura no Brasil”. 

Excluindo-se os livros didáticos, brasileiros leem por ano, em média, dois livros
Para Amorim, ao pensarmos nos suportes dos livros, uma revolução poderosa tem acontecido nos últimos anos: “Em uma pesquisa realizada recentemente com jovens ingleses, constatou-se que 52% deles lêem mais hoje nas telas do que no papel. Isso aponta uma tendência. É um recado para nós: vamos resistir, ser atropelados por essa mudança ou de tudo se faz canção?”

A reflexão de Amorim sobre a transformação que está acontecendo em relação aos suportes também foi estendida às bibliotecas que, nos primórdios, eram constituídas pelas cavernas onde os homens registravam seus feitos. Depois, tornaram-se locais com acesso restrito – como as bibliotecas dos conventos e dos reis – e, aos poucos, ganharam outra conotação e se popularizaram, até serem criadas as bibliotecas públicas. “Hoje, temos um conceito novo: o da biblioteca shopping center. Um lugar onde as pessoas vão para encontrar amigos, assistir a filmes, ver exposições, ler jornais, falar alto e rir. Um ponto de encontro, espaço de diversão e de perpetuação dos nossos valores”, contou. Amorim relatou ainda que muitas bibliotecas do mundo têm emprestado eBooks e dispositivos de leitura de eBooks, destacando o projeto brasileiro “Árvore de Livros”, uma biblioteca digital de empréstimo de eBooks.

De acordo com o especialista, ainda vamos conviver com os livros em papel por muitos anos e, mais relevante do que as mudanças que vêm ocorrendo nos suportes e nas bibliotecas, é a apropriação que as pessoas fazem do conteúdo disponibilizado pelos livros. Apropriação que é capaz de mudar vidas. 


Homenagens e exposição – As comemorações dos 40 anos da Biblioteca Achille Bassi englobaram também uma homenagem às ex-dirigentes da Instituição: Eunice Garcia Diva (em memória); Heidi Pimentel; Zelma Guerrini; e Rosemari Casali. “Trabalhar nessa Biblioteca foi minha primeira atividade profissional. O início do trabalho da gente sempre tem aquele entusiasmo que propulsiona a carreira. Por isso, é muito bom estar aqui hoje, com os cabelos brancos, encontrando outras colegas também com os cabelos brancos. Estou muito emocionada de ter sido lembrada”, disse Heidi Pimentel.

Ela coordenou a Biblioteca Achille Bassi de 1973 a 1982 e lembra-se de que, naquele tempo, levavam-se meses para realizar uma pesquisa bibliográfica, já que era preciso solicitar informações de bibliotecas estrangeiras: “Hoje, em 10 minutos temos todo o material em mãos”. 

Heidi (à direita) recebe homenagem de funcionárias da Biblioteca
Durante o evento também foram homenageadas as seguintes ex-funcionárias da Biblioteca: Ana Micheloni, Cristina Pereira, Felícia Rodrigues, Heloísa Hipólito, Isabel Volante, Mara Gomes, Silvana Pedro e Solange Puccinelli. “Essas colegas contribuíram para a construção desse espaço integrador da comunidade com o conhecimento”, afirmou a atual diretora da Biblioteca, Gláucia Cristianini. “Continuamos engajadas no propósito de oferecer todo o suporte de informação, cultura e estudo. Nosso objetivo maior é tornar a Biblioteca um espaço vivo de transmissão do conhecimento”, completou a diretora.

Para encerrar o evento, foi inaugurada a exposição “40 anos da Biblioteca Achille Bassi”, que retrata de maneira resumida a trajetória do espaço e as mudanças tecnológicas e físicas realizadas ao longo do tempo. A exposição é gratuita, está aberta ao público e acontece no hall da Biblioteca, no ICMC, no campus I da USP em São Carlos, localizado na Avenida do Trabalhado são-carlense, 400. Fica em cartaz até 31 de outubro, podendo ser visitada a qualquer hora, inclusive nos finais de semana.


Texto: Denise Casatti - Assessoria de Comunicação ICMC/USP
Fotos: Reinaldo Mizutani - Assessoria de Comunicação ICMC/USP

Mais informações
Assessoria de Comunicação do ICMC
Telefone: (16) 3373.9666

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Projeto desenvolvido em parceira entre ICMC e Laboratório Nacional de Luz Síncrotron oferece bolsa de pós-doutorado

Candidato aprovado na seleção atuará na área de reconstrução de imagens em tomografias e receberá uma bolsa mensal de R$ 6.143,40


Uma parceria entre o Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, e o Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), em Campinas, resultou em um projeto de pesquisa voltado para a reconstrução de imagens tomográficas, demandando a atuação de um pós-doutorando.

O pesquisador selecionado atuará no LNLS, em Campinas, sob a supervisão do professor Elias Helou, do ICMC, e a co-supervisião do pesquisador Eduardo Miqueles, do Laboratório. O objetivo do projeto é desenvolver um software otimizado de alta qualidade, empregando o estado da arte no que se refere a algoritmos rápidos para a reconstrução tomográfica iterativa.

Como pré-requisito, os candidatos devem ter doutorado ou equivalente – nesse caso, é preciso já ter apresentado a tese de doutorado no momento da candidatura à vaga – em matemática computacional ou área relacionada. É necessário, ainda, ter boas habilidades em programação nas linguagens C/C++, assim como vasto conhecimento em implementação numérica de algoritmos. Também é desejável que o candidato possua conhecimento em programação paralela massiva em GPGPUs.

Para participar da seleção, basta enviar, até 23 de setembro, um e-mail para o pesquisador Miqueles (eduardo.miqueles@lnls.br), anexando um único arquivo em PDF com os seguintes documentos: uma carta explicando os motivos que levam o candidato a crer ser adequado para a vaga; currículo, incluindo a lista completa de publicações; uma declaração sobre as áreas de interesse de pesquisa; dois contatos para obtenção de referências.

O candidato selecionado receberá uma bolsa no valor de R$ 6.143,40 por mês e poderá começar a atuar no projeto a partir de novembro. A bolsa é válida até julho de 2015, podendo ser renovada por mais dois anos.

Mais informações

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Evento no ICMC marca 40 anos da Biblioteca Achille Bassi

Palestra, homenagem e exposição fazem parte da comemoração dos 40 anos de uma das maiores bibliotecas do país na área de matemática


Biblioteca possui hoje o terceiro maior acervo do país na área de matemática
A história do terceiro maior acervo do Brasil na área de matemática começou a ser escrita há exatos 40 anos em São Carlos, na Biblioteca Achille Bassi, no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP. O espaço agrega hoje aproximadamente 140 mil volumes e 23 mil títulos de periódicos eletrônicos nas áreas de ensino e pesquisa não só de matemática, mas também de computação e áreas afins. 

O evento comemorativo que marcará essa data vai acontecer na próxima sexta-feira, 12 de setembro, a partir das 14 horas, no auditório Fernão Stella de Rodrigues Germano. Aberta a todos os interessados e gratuita, a comemoração começará com uma palestra com Galeno Amorim, ex-presidente da Fundação Biblioteca Nacional. A seguir, haverá uma homenagem para as ex-diretoras da Biblioteca e a abertura da exposição fotográfica “40 Anos da Biblioteca Professor Achille Bassi”.

Sobre o palestrante – Professor e autor de 16 livros, entre ensaios (como “Retratos da Leitura no Brasil”) e literatura infanto-juvenil, Amorim é diretor geral do Observatório do Livro e da Leitura e consultor internacional em políticas públicas do livro e leitura. Além de presidir a Fundação Biblioteca Nacional, também foi presidente do Centro Regional de Fomento ao Livro na América Latina e no Caribe (Cerlalc/Unesco), tendo criado e dirigido inúmeros programas e instituições ligadas à área, entre os quais o Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL), do qual foi o primeiro coordenador. 

Formado em comunicação social, com especialização em educação e MBA em marketing, Amorim foi membro dos conselhos estaduais de leitura dos estados de São Paulo e do Rio de Janeiro e secretário municipal de Cultura de Ribeirão Preto. Já atuou em veículos de comunicação como O Estado de S.Paulo, Jornal da Tarde e Rede Globo, entre outros.

Exposição fotográfica retrata a evolução da Biblioteca

Comemoração dos 40 anos da Biblioteca Achille Bassi
Onde: auditório Fernão Stella de Rodrigues Germano, no ICMC
Endereço: Av. Trabalhador São-carlense, 400.
Quando: 12 de setembro, às 14 horas.
Mais informações: Setor de Eventos do ICMC (eventos@icmc.usp.br) - (16) 3373-9622.

FUVEST 2015: Veja quais são os cursos do ICMC avaliados com cinco estrelas pelo Guia do Estudante

Dos 96 cursos da USP avaliados com cinco estrelas pelo Guia do Estudante, 5 são do ICMC



Quem ainda não efetuou as inscrições para o vestibular FUVEST, que terminam hoje, 8 de setembro, pode contar com mais uma forcinha na hora da decisão: a avaliação do Guia do Estudante Profissões Vestibular 2015, que passará a circular nas bancas a partir do dia 10 de outubro. 

O Guia concedeu cinco estrelas, a avaliação máxima, a cinco cursos de graduação oferecidos pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos. Considerando-se toda a USP, 96 dos 249 cursos de graduação da Universidade receberam essa avaliação.

No ICMC, a nota máxima foi alcançada pelos cursos de Ciências de Computação, Engenharia de Computação, Sistemas de Informação, Matemática e Matemática Aplicada e Computação Científica – sendo que esses dois últimos foram avaliados na mesma categoria. 

Já os demais cursos do ICMC não foram avaliados pelo Guia. No caso do Bacharelado em Estatística, isso se deve ao fato de sua criação ser recente (2009) e ter formado a primeira turma no ano passado. Para passar pelo crivo do Guia, a data de conclusão da primeira turma tem de ser igual ou inferior a 2012. Quanto às licenciaturas (Licenciatura em Ciências Exatas e Licenciatura em Matemática), também ficaram de fora do Guia, pois a publicação avalia somente as licenciaturas da área de Educação Física e Pedagogia.

Metodologia do Guia – A avaliação do Guia do Estudante é constituída de uma pesquisa de opinião feita, basicamente, com professores e coordenadores de curso. Eles emitem conceitos que permitem classificar os cursos em bons (três estrelas), muito bons (quatro estrelas) e excelentes (cinco estrelas). São avaliados critérios como corpo docente, produção científica e instalações físicas. Por se tratar de uma pesquisa de opinião, os resultados refletem, sobretudo, a imagem que o curso tem perante a comunidade acadêmica.

Ranking Universitário da Folha – Outra avaliação que tem a função de ajudar os estudantes a escolherem um curso de graduação e comparar 192 universidades brasileiras é o Ranking Universitário da Folha (RUF), divulgado nesta segunda-feira, 8 de setembro. A primeira colocada em 20 de 40 áreas da graduação é a USP. O RUF classifica as universidades a partir de indicadores de pesquisa, ensino, inserção no mercado de trabalho, inovação e internacionalização.

Os resultados da USP seriam ainda melhores se a avaliação não levasse em conta o Enade (exame federal de alunos), do qual a Universidade não participa integralmente. Isso leva a Instituição a zerar nesse indicador, que vale 4% da nota dos cursos.

Saiba mais:
Entenda as diferenças entre os cursos oferecidos pelo ICMC na área de computação (icmc.usp.br/e/bfb7e) e de matemática (icmc.usp.br/e/a0a04).



Texto: Denise Casatti - Assessoria de Comunicação ICMC/USP

Mais informações
Serviço de Graduação do ICMC
Telefone: (16) 3373.9639
E-mail: grad@icmc.usp.br